Projeto Ockham
Homeopatia Homeopatia

por Ana Luiza Barbosa de Oliveira mail
em 05/07/02

Introdução

Fórum Enviar artigo

Quase todo mundo já deve ter tomado remédios homeopáticos. Eles são considerados seguros e não causam efeitos colaterais como os remédios da alopatia (medicina tradicional), sendo freqüentemente usados por pais zelosos no tratamente de doenças infantis. No entanto, a maioria das pessoas que utiliza a homeopatia tem apenas uma vaga idéia de como estes remédios são preparados.

Apesar de largamente difundida, a prática da homeopatia tem inúmeros críticos. Sua forma de preparação faz com que os remédios homeopáticos não contenham um princípio ativo químico em quantidades mensuráveis, sendo sua ação baseada em uma suposta transmissão de energia capaz de curar a doença em questão. Este conceito é largamente contestado por não estar de acordo com o conhecimento científico atual e a eficácia deste tipo de remédio ainda não foi claramente determinada por estudos experimentais independentes.

No Brasil, a homeopatia é reconhecida como especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina, o que faz com que as críticas a esta prática partam, geralmente, de profissionais de outras áreas, como a química e a biologia. Profissionais da área médica que não concordam com a homeopatia são impedidos de criticá-la abertamente devido a seu código de ética.

Os princípios da homeopatia
Cadastre seu email para receber nosso boletim:
Pipoca com Ciência

Dragão da Garagem