Projeto Ockham
Eter O éter luminífero

por Kentaro Mori mail
em 14/09/03, publicado na revista Newton (Ano 1, No. 2), jan/2004

Introdução

Fórum Enviar artigo

"Uma coisa de que estamos certos é a realidade e substância do éter luminífero." Sir William Thomson (o Lorde Kelvin), 1884

Se você nunca ouviu falar do "éter luminífero", é porque em 2005 terão se passado 100 anos desde que este conceito foi abandonado pela ciência. Suas raízes remontam à Grécia Antiga, e durante séculos os cientistas que aceitaram sua existência como lógica e necessária se desdobraram em explicações para um pequeno detalhe: ninguém nunca detectou realmente este éter. Isso até que ninguém menos que Albert Einstein criasse uma teoria mostrando que o éter luminífero podia ser descartado como inexistente. Qual era essa teoria? Sua mais famosa, a teoria da Relatividade.

A história do éter luminífero na ciência é uma das mais fascinantes, ainda que seja a história de um de seus maiores e mais duradouros erros.

Dos gregos antigos ao Renascimento
Cadastre seu email para receber nosso boletim:
Pipoca com Ciência

Dragão da Garagem